14 de setembro de 2009

Ando a banhos...

... de água fria. E hoje é já o 9.º dia. Coisa boa, tendo em conta que os dias quentes estão a afastar-se. Mas desenvolvi uma técnica: lavar primeiro a cabeça, ainda com o corpo fora da banheira; de seguida, limpar a cabeça; por último, entrar na banheira e tomar o resto do duche num ápice. Acreditem, custa muito menos. Mas que saudades tenho de um banhinho de água quente...

E agora, o motivo. Pois, esse... Acontece que tenho a «sorte» de morar numa zona cuja distribuição exclusiva do sistema de aquecimento das águas está nas mãos de uma empresa chamada Climaespaço. Um empresa que, segundo os próprios, «evita realizar pesados investimentos em equipamentos de ar condicionado convencionais, grandes consumidores de electricidade ou gás natural, que comportam elevados custos de exploração e manutenção e que, ao fim de alguns anos, terão necessariamente que ser substituídos ou sujeitos a dispendiosas reparações. O sistema da CLIMAESPAÇO proporciona-lhe, em média, uma redução de 20 a 50% na factura energética anual».

Comparativo de preços antes de contabilizado o que vou relatar a seguir.


Pois, na teoria, tudo muito económico, eficiente, blá, blá, blá. Mas passemos agora à prática. Para celebrar contrato comigo, a Climaespaço exige-me um «depósito de garantia» no valor de €302, que não posso reaver antes de 2 anos a não ser que entretanto venda a casa. E, mensalmente, qualquer coisa do género:
- contagem parcial (recolha das leituras, tratamento da informação, processamento, emissão e envio da factura): €5,73
- parte fixa (prestações de controlo, manutenção e renovação dos equipamentos da Climaespaço): €17,63
- consumo de energia: aquilo que eles quiserem. Sim, porque além, do que eu gastar, teria de pagar ainda algo chamado «perdas de calor», uma parte da energia perdida entre a subestação da empresa no rés-do-chão do edifício e o meu contador.

Ou seja, não haverá mês em que pague menos de €50, sendo que conheço pessoas com apartamentos iguais ao meu a pagar quase o dobro, devido às «perdas de calor». E isto apenas pelo aquecimento das águas.

Como odeio ser conscientemente roubada, pesquisei outras opções e... não há. A única, que envolverá investimento da minha parte, implicará perder o aquecimento central, substituir o cilindro e pagar mais de €700 por tudo. Mas é isso que vou fazer, prefiro gastar agora mas não estar pelo menos 2 anos a pagar aquilo que a Climaespaço lhe apetecer.

Aqui fica a sede da quadrilha.

Perguntar-se-ão se não fiz queixa, se não reclamei, se nada se pode fazer. Sim, liguei para o Instituto do Consumidor e cheguei a ir ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo. E não, nada se pode fazer. Porque diz a lei que bens essenciais são «água, energia, gás»... mas não menciona águas quentes.

Assim, os senhores da Climaespaço (que, segundo entretanto averiguei, envolvem gente graúda com muitos interesses aqui no Parque das Nações) poderão continuar a cobrar o que quiserem e quando quiserem. São não o cobrarão a quem quiserem, porque eu, a partir de amanhã, já terei abandonado o navio.

5 comentários:

Margarida disse...

Apoiadíssima. Nada como uma solução definitiva e consciente.

Vespinha disse...

E já tenho água quentinha! :)

Anónimo disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Mariana Milagaia disse...

Boa noite!
Reparo que já escreveste este artigo há muito tempo mas estou precisamente a deparar-me com este problema agora.

Tenho sorte que o meu termoacumulador tem ligação alternativa à rede (para caso falhe a climaespaço) ou para, no meu caso, substituir a climaespaço.

De qualquer forma estou muito revoltada com esta situação.

Este mês fiz um ensaio, porque acho q estou a ser roubada! 330kWh por mês p aquecer água, é absurdo!!! E tenho a temperatura no mínimo (a água está morna apenas). Entao o que fiz, desliguei o fornecimento de calor e liguei o elétrico. Depois fiz a diferença do que costumava gastar em eletricidade com o que gastei neste mês (é uma estimativa aceitável). Não é que esta diferença me deu 45kWh ou seja 7 vezes menos consumo do que na climaespaço, para a mesma função!!

Existem várias variáveis na energia mas isto é um facto, e é também um facto eu gastar 3 vezes mais energia para aquecer a água com a climaespaço (morna) do que gasto em energia para o resto da casa!

Isto pra não falar dos custos! É que se eu pagásse realmente por um serviço de qualidade e eficiencia... Mas não, pelo contrário! estou a pagar mais e por um serviço super ineficiente!
É uma vergonha que eles vendam a sua marca como um exemplo de qualidade e de ecologia e bla bla bla...

Vespinha disse...

Olá Mariana, faz como eu, usas o termoacumulador só para aquecer as águas e uma botija por exemplo da Pluma para aquecer a casa no inverno. No meu caso dá perfeitamente, e como a casa está bem isolada gasto no máximo uma bilha e meia por cada inverno. Valeu bem a pena alteração. :)