21 de maio de 2013

Maria Teixeira Alves: existirá mesmo alguém assim?

E pronto, em poucos dias alguém de quem nunca tinha ouvido falar tornou-se um dos meus focos de ódio. Começou com os seus comentários abjetos quanto à coadoção, e agora descubro mais algumas pérolas que a senhora defende nos blogues em que escreve:

- sobre Pinochet e o filme No: «... deixa perceber o civismo de Pinochet na transição para a democracia.»; «Hoje o Chile volta a estar liderado pela direita, o que é o reconhecimento de que a direita faz mais pelo crescimento economico do país que a esquerda.»

- sobre Margaret Thatcher: «A Primeiro Ministro que deu cabo da austeridade, que impediu o comunismo em Inglaterra. A Dama de Ferro que enfrentou o país, os sindicatos, que privatizou tudo, para fazer crescer a economia do país.»

- sobre o governo: «Mas na minha opinião, as medidas em geral [DO GOVERNO] estão correctas. Acho que as pessoas precisam de uma experiência-choque. De outra forma continuaremos a pensar que o mundo nos deve tudo.»

- sobre Cavaco Silva (no discurso de 25.04): «Não é possível ser intelectualmente honesto e ao mesmo tempo criticar o discurso do Presidente da República. Cavaco Silva fez um discurso sensato, inteligente e apelou ao consenso político.»

E é Maria Teixeira Alves «jornalista» no Diário Económico. Qualquer dia exibe orgulhosamente uma suástica tatuada algures pelo corpo.

14 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Também dei uma vista de olhos, e olha, nem me apetece dizer nada, porque não vou ser capaz de ser educado.
Não há paciência.

Teresa Cardoso disse...

Mas quem é esta gaja????
Fui ver o blog e fiquei enojada...coitados dos filhos dela, caso os tenha, e esperemos bem que não, pois serão "assediados" com tamanha estupidez!!!
E tantos nomes que me apetecia lhe chamar...&%$"#%#&$#$#$

Mariposa Colorida disse...

Perdoa-me o desprezo, mas depois do que escreveste aqui nem me dei ao trabalho de ir ver. Prefiro continuar na minha e ler VF.

O Sexo e a Idade disse...

Também já tinha tropeçado na criatura!
E um par de bananos bem assentes no trombil? Isso é que era!

GATA disse...

A senhora viu o filme NO??? Não me parece pelo comentário!

Já agora aconselho a senhora a ver a trilogia: "Tony Manero" e "Post Morten". E depois falaremos sobre o Chile e a transição, ok, Dona Maria Teixeira Alves!

Vespinha disse...

É inacreditável haver gente assim.

Teresa disse...

Exequerável!!!

Celeste Silveira disse...

Horrível criatura!

Anónimo disse...

"Pai nao lhes perdoes,porque sabem o que fazem"

Jose Saramago



Vespa GT 60

Vespinha disse...

A sério que Saramago disse isso? Que grande verdade... :(

Anónimo disse...

Se a memoria nao falha,esta escrito no Evangelho segundo Jesus Cristo.

Vespa GT 60

Rui Antunes

Vespinha disse...

Dos poucos de Saramago unir nunca li...

Anónimo disse...

Que surpresa! Alguem que gosta tanto de Saramago como eu.
Correndo o risco de " ensinar a missa ao vigario",o meu Evangelho esta ao seu dispor,se o quiser ler.

Um livro nao e de quem o escreve,mas de quem o le.

Vespa GT 60. Rui Antunes

Vespinha disse...

Eu adoro Saramago, e que pena tenho de já não estar vivo para continuar a escrever as ideias geniais que nós precisamos de ler.

O Evangelho é dos poucos que não li, mas por um único motivo: eu conheço muito mal a Bíblia, e sempre tive algumas reticências em ler uma sátira a algo que não conhecia.

O primeiro que li foi Jangada de pedra, há uns 20 anos, e a partir daí o resto foi num ápice. Acho que me falta Claraboia, alguns Cadernos de Lanzarote, Nas suas palavras e pouco mais. Ainda me lembro de o ver já bem debilitado num pequeno gabinete na editora onde trabalho, na altura em que lançou A viagem do elefante, e de pensar: «Ali está um génio, e eu estou aqui tão perto, e sou tão pouco.»

E tem razão, um livro é para ser lido, de preferência muitas vezes e por muitas pessoas. Eu adoro emprestar os meus. :)