11 de julho de 2013

Para o bem e para o mal

10 comentários:

Mamã de Peep-Toe disse...

É bem capaz e ser verdade!!

A. F. disse...

Meu Deus, como eu acredito nisto!

Filipa disse...

É um Sushi não é uma:)))))

Http://styleloveandsushi.blogspot.com

Vespinha disse...

Sorry... :)

GATA disse...

Nem que seja para nos estragar a vida... :-(

Celeste Silveira disse...

Também acredito nisso. E também acho que as que nos são menos simpáticas, nos ajudam a criar muito mais defesas. E, até (nem queria dizer tanto), mas acredito que nos ajudam a evoluir mais.

Rui Pereira disse...

Não acredito nisso...

Vespinha disse...

Celeste, essa é uma boa perspetiva, a mais positiva a termos quando nos cruzamos com quem não nos traz boas coisas...

Celeste Silveira disse...

Sim. Penso que é salutar pensar-se assim perante as adversidades. Neste caso, perante aquelas pessoas que nos foram menos simpáticas. Que não representaram para nós, aquilo que tanto esperámos delas. Mas depois e passada a "má onda", damos por nós, não só absolutamente reabilitados, como muitíssimo mais fortes. E também... com muito mais cartas na manga. Vai uma aposta? Felicidades para si e tudo a correr bem.

Lígia disse...

So true! Acredito muito no destino!