26 de agosto de 2013

E também há 25 anos...

... outra notícia abalava o país. Carlos Paião, que «preferia ser um bom cantor a um mau médico», morria num acidente de viação depois de um espetáculo. Tinha 30 anos e era uma figura simpática, que deixou músicas que ficaram para sempre. Quem nunca trauteou Play Back, Pó de Arroz ou Cinderela?

Para quem não se lembra dele, eis algumas das músicas que já alegraram muitas das minhas viagens de carro.


 

9 comentários:

G. disse...

A minha infância ao som das músicas do Carlos Paião.

Saudades e muitas...

Vespinha disse...

Era sinónimo de alegria.

Emilie Lorena disse...

Cantei-o em criança. Canto-o hoje. Quando ele morreu ainda nem eu era nascida mas os meus pais fizeram questão de mo apresentar. E que feliz me tornei eu.

O Sexo e a Idade disse...

Ao que sei era um bom homem; simples, divertido e bom.

Caco disse...

Adorava!

CAP CRÉUS disse...

Uma pena...
Que estupidez!

GATA disse...

Também me lembro da notícia da morte do Carlos Paião e o quanto fiquei chocada. Mas, mesmo com uma carreira curta, ficou para a história da música portuguesa. Eu, ainda hoje, canto "Playback" e "Pó de Arroz".

Cristina Torrão disse...

Lembro-me muito bem da sua participação no Festival da Eurovisão com o "Playback". Havia muitas esperanças numa boa classificação... que foram por água abaixo :(
A Europa nunca nos compreendeu...

Vespinha disse...

Sim, ficou para a história. Quem não sabe trautear pelo menos duas ou três músicas deles, 25 anos depois e tendo tido uma carreira tão curta?