21 de agosto de 2013

Poupar água


Em Portugal é algo a que não damos muita importância, sobretudo porque a água ainda é barata e abundante. Eu, com o uso doméstico e com as regas de 2 em 2 ou 3 em 3 dias, pago por mês nunca mais de €13.

Mas a água falta em muitos locais do mundo. Locais onde as mulheres têm de percorrer quilómetros para ir buscar um mísero cântaro com água. Locais onde não há água para as necessidades mais básicas.

Por isso me custa tanto ver condutas de água abertas junto a obras, ver regas em jardins públicos durante as horas de calor, ver pessoas em casa a manter as torneiras abertas indiscriminadamente. Eu tento poupar, não porque a «minha» água vá para África, mas por princípio. Só rego à noite, coloquei redutores de caudal nas principais torneiras e muito raramente a deixo a correr quando não estou a precisar. Não custa nada e faz-nos sentir um bocadinho melhor.

6 comentários:

O Sexo e a Idade disse...

Tens toda a razão; aqui em casa é uma guerra com isso. O miúdo está-me sempre às canelas por causa da água que gasto e olha que não gasto assim tanta! Só me distraio um bocadinho com a torneira do lava-loiças de resto, nem nos banhos nem nada!
Mas o miúdo é particularmente sensível à questão da água (e a umas quantas outras coisas mais)

Bruxa Mimi disse...

Podes crer!
(Cá em casa gastamos à roda de 20 € por mês, mas somos 5)

Celeste Silveira disse...

Uma coisa que também me aborrece é ver que as pessoas não têm cuidado com os bebedouros. Existem uns que estão sempre ali a correr, já são assim e pronto.Mantém sempre aquele pequeno jorro de água. Contudo existem outros que são dotados daquele dispositivo para serem accionados somente quando se quer beber água. E são esses os que existem no "meu" passeio pedonal que percorro mais ou menos, dia sim, dia não.
Pois há pessoas a quem deve dar um especial gozo, trancarem o dispositivo. Ou seja, fica para ali a água a correr. Pelo que eu, muitas vezes, ao invés de andar em passo acelerado para queimar calorias, tenho que andar ali a destrancar sistemas. A mim também me faz muita impressão ver desperdiçar água.

Pippa Coco disse...

Penso imenso nisso e nem a lavar os dentes deixo cair mais água que o necessário. Mas é um assunto que deve sempre ser lembrado. Nunca é demais. E é por isso que este blog é diferente dos outros. ;) beijinho

pippacoco.blogspot.pt

Vespinha disse...

Sexinho, o que dizes é bem verdade. Por muitos defeitos que os miúdos de hoje tenham, a verdade é que têm uma enorme consciência ecológica. Quem sabe se não serão eles a salvar o planeta que deveríamos estar a preservar para eles?

Anita disse...

A propósito deste assunto, há dias tive conhecimento desta história que agora partilho contigo (não sei se já conheces), porque acho que vale a pena ☺
http://www.ryanswell.ca/about-us/ryans-story.aspx