29 de outubro de 2013

O farol

Este pequeno filme de animação de Po Chou Li, um jovem de Taiwan radicado em Los Angeles, ganhou uma série de prémios internacionais pela simplicidade, emotividade e amizade que retrata entre pai e filho. Vale a pena ver.

4 comentários:

O Sexo e a Idade disse...

Estou lavada em lágrimas Vespinha…
Um pai é isso mesmo que deve de ser, um farol que nos guia sempre, sempre, mesmo à distância.
Um pai ilumina o nosso caminho, dá-nos luz própria e deixa-nos ir pelo mundo confiando que a luz que nos deu e a sua própria, serão suficientes para não nos perdermos e voltarmos sempre a casa.
Obrigada Vespinha.

Vespinha disse...

Ainda bem que gostaste. É bom ter (ou ter tido) pais em que revemos isto, não é?

O Sexo e a Idade disse...

Absolutamente!
Ainda que doa (muito) a saudade...

Vespinha disse...

Nem quero imaginar... :(