21 de maio de 2014

Da morte


Eu acredito, mesmo mesmo a sério, que quando os nossos morrem irão para algures tomar conta de nós. Todos me dizem que não faz sentido uma pessoa racional como eu acreditar nisso. Mas eu acredito, apesar de sofrer sempre terrivelmente com a morte dos meus ou dos que me estão próximos. Por isso sei que desde ontem os meus primos têm mais alguém a tomar conta deles. E que os meus avós têm nova companhia lá onde estiverem.

9 comentários:

Ana Chagas disse...


OLá Vespinha,

Em primeiro lugar, lamento imenso pela tua perda. Segue daqui um abraço virtual, genuíno e apertado!

Em segundo, revejo-me totalmente no que dizes. A racionalidade é umas das minhas pedras basilares, e no entanto, opto, (ênfase nesta escolha verbal), por acreditar piamente nesse "outro lugar", que permite reuniões e riso.

Caco disse...

Muita força, Vespinha!

GATA disse...

Quiçá para mim fosse mais fácil acreditar em alguma coisa... Mas lamentavelmente não acredito em anda. Tanto que quando morrer, eu quero ser cremada e as minhas cinzas deitadas no mar. E ponto final.

Lamento muito a tua perda! Beijocas e FORÇA!

Celeste Silveira disse...

Os meus seinceros pêsames.
Eu também penso assim, Vespinha! Haverá mais alguma coisa para além disto aqui. E olharão por nós. E depois, desculpem-me até os mais religiosos, mas eu neste processo, incluo também os animais!

Ana Chagas disse...



Eu cá estou com a Celeste, não tenho dúvida nenhuma que os animais também lá estão! :D

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Mas faz sentido acreditar, porque a razão não é tudo na vida, e a espiritualidade não depende da razão para existir :)

Vespinha disse...

Estou convosco: nós e os animais, todos juntos e felizes para sempre. :) Assim a vida por aqui ainda faz mais sentido.

CAP CRÉUS disse...

Lamento muito.
Quanto à morte em si,é algo que me transtorna imenso.
Se acredito em algo depois? Não sei...sinceramente não sei.

Mamã disse...

A Rita sabe: como eu gostava de conseguir acreditar!
Tenho a certeza que seria muito mais feliz...
Mil beijinhos para todos.