12 de setembro de 2014

Atenção aos sítios onde prendem as bicicletas


Hoje, junto ao Vasco da Gama, prendi a minha bicicleta ao primeiro rack (não sei se
e assim que se chama, mas é assim que os conheço) que se vê na fotografia, e que agora está deitado no chão.

Só que quando tirava a mala do cesto apercebi-me de que algo não estava bem, que havia qualquer coisa solta. O rack, na ponta junto ao chão, estava partido ou cortado, mas não se notava à primeira vista. Isto é, bastava desviá-lo um bocado em baixo e o cadeado da bicicleta sairia facilmente. Optei por retirá-lo totalmente do suporte principal e prender a bicicleta neste, mais robusto, para que mais ninguém volte a cair no erro.

Isto para aconselhar quem anda de bicicleta a observar muito bem o sítio onde a prendem, porque se não fosse estar a mexer na mala, provavelmente eu não daria pelo estrago. E muito provavelmente não teria a bicicleta quando regressasse.

PS: Mais um pormenor. Quando regressei ao local, a minha bicicleta não estava direitinha como se vê na imagem, mas puxada para trás e bastante torta, tendo claramente sido mexida. O que significa que se calhar aquele «defeito» seria intencional, e que provavelmente alguém estaria por ali atento a um ciclista mais distraído.

7 comentários:

Vasco Eiriz disse...

É a dos pneus brancos? É gira e parece confortável.

Vespinha disse...

Sim, é. :) Era uma bicicleta básica da Decathlon, mas troquei-lhe os pneus pretos pelos brancos, coloquei um suporte para transporte atrás e instalei um assento novo castanho e mais largo. É bastante confortável!

Ana Chagas disse...



É incrível como existem pessoas mal intencionadas em todo o lado.
Também gosto da tua bicicleta :)

Vespinha disse...

É por isso que tenho um cadeado daquele calibre! :)

Dani disse...

Na Holanda é prato do dia roubar uma bicicleta alheia! Espero que cá nao vire moda.

cacaucaramelo.blogspot.pt

Vespinha disse...

Sim, apercebi-me disso lá. Dá-me ideia de que na Holanda roubam-nos uma bicicleta e a solução é roubar outra... Dai a maioria estarem em tão mau estado.

CAP CRÉUS disse...

Também por isto, comprei uma dobrável. Já não fica na rua.