22 de setembro de 2014

Mães e filhos, de Colm Tóibín

Para comprar este livro,
clicar aqui.
Este livro não é bem aquilo de que estava à espera quando o comprei, mas ainda bem. Esperava encontrar uma série de histórias de amor entre mães e filhos, mas acabei por encontrar histórias da vida real, histórias em que há amor e afeto, sim, mas também ódio, vergonha, arrependimento, acusações, revelações, culpas e desculpas.

São nove histórias que de algum modo retratam a relação (ou um momento da relação) entre mães e filhos. Mães que perdoam os filhos incondicionalmente, apesar de eles poderem ter cometido as maiores atrocidades. Filhos que já adultos descobrem falhas terríveis nas mães. Filhos que perdem as mães e assim se descobrem a si próprios. Mães que têm de continuar com a sua vida contra a vontade dos filhos.

É um livro muito mais pesado do que pareceria à primeira vista, mas também muito mais real. Quase todas as histórias passam-se na Irlanda, pais natal do autor Colm Tóibín, finalista do Man Booker Prize.

2 comentários:

Ricardo disse...

Comprei este livro na Bertrand a um módico preço (talvez tenhas feito o mesmo) e devorei-o logo (afinal sou um apaixonado pela escrita do Tóibín).
Sabia que com ele não esperaria histórias de amor. Porque a vida real não apresenta apenas isso... amor. São, como dizes, retratos reais de relações familiares. E isso amplifica o amor ou desamor que poderíamos querer encontrar.
Se ainda não leste aconselho "The testament of Mary" também dele.

Vespinha disse...

Não conhecia, mas agora fiquei com curiosidade, vou tentar apanhar esse que me recomendas. Obrigada!

PS: Também o comprei na Bertrand com desconto. :)