15 de dezembro de 2014

Casa dos Animais de Lisboa: vale a pena visitar

Já há algum tempo que tinha curiosidade em conhecer a Casa dos Animais de Lisboa (CAL), sob a alçada da Câmara Municipal. Porque tinha lido que foi alvo de grandes obras e que deixou de ser um canil de abate, apesar das muitas contradições que rodearam estas notícias.

Este fim de semana fui lá entregar umas almofadas de que já não precisava e aproveitei para fazer uma visita. E garanto-vos: é mentira tudo o que se diga acerca de abate, más condições, remodelação de fachada.

Quando entreguei as almofadas perguntaram-me se queria conhecer as instalações e aceitei de imediato. Fui guiada pelo próprio diretor da CAL, Veríssimo Pires que, sem ter qualquer noção sobre o que eu estava ali a fazer, me mostrou tudo e mais alguma coisa: os canis exteriores e os interiores onde os patudos têm espaço para se mexerem, o gatil onde os bichanos estão bem quentinhos e rodeados de brinquedos, a zona da quarentena de animais perigosos ou com problemas, a sala de cirurgia, a sala de recobro, a sala de tratamentos, a sala dos voluntários e sei lá mais o quê.

Fiquei contente com as condições em que os bichos vivem e com as condições em que estão. Chovia, e os cães quando me viram vieram todos cá para fora, por isso não pude avaliar o pelo, mas percebi que tinham os olhos limpos, estavam enérgicos e com vontade de arranjar um dono. Mas sem medo de estarem ali. Já os gatos estão gordinhos, com pelo brilhante e com aquele olhar de curiosidade que só caracteriza os que se encontram saudáveis.

Mais: notei simpatia em todos com que me cruzei, dos funcionários da limpeza à médica veterinária, passando pelos voluntários e pelos tratadores.

Em resumo: não tenham medo de adotar um animal da CAL. São entregues com um check-up feito, com chip e boletim de vacinas e, se morarem em Lisboa, ainda têm a vantagem de as despesas iniciais (como a esterilização, que é bem cara) serem gratuitas. Experimentem pelo menos ir lá dar uma vista de olhos.

Acesso à receção.
O canil exterior.
A hora do passeio.
Outro aspeto do canil exterior.
O gatil, que em breve terá uma saída para os gatos poderem apanhar sol.
A sala de cirurgias.
E um patudo à vossa espera!

9 comentários:

Ana Chagas disse...


Olá :)

É uma óptima notícia saber que este espaço tem tão boas condições. Oxalá fossem todos assim :)

CAP CRÉUS disse...

Ainda bem...
tadinhos dos bichos!

Smelly Cat disse...

É bom ver que, a pouco e pouco, as coisas vão mudando. O Canil Municipal de Coimbra foi notícia recentemente por causa do aumento do nº de adopções, facto que se ficou a dever à criação de uma página no facebook! Claro que não é só isso, essa é apenas a parte mais visível. Isto passou tudo por alguns pontos muito simples: uma veterinária municipal que se importa e uma tomada de consciência por parte da câmara. Mas não duvido que estas mudanças na autarquia se devem, em grande parte, aos movimentos cívicos de apoio aos animais.

(já agora, estás com aquela coisa do 'prove que não é um robô' ligada nos comentários)

Vespinha disse...

Fiquei muito bem impressionada, com os animais bem tratados é muito mais fácil alguém querer levá-los com segurança. :)

Smelly, pois está, apareceu de repente sem eu ter feito nada e não sei como tirar... Sabes?

Smelly Cat disse...

Vais ao menu do blogger --> Definições --> Mensagens e comentários --> Mostrar confirmação de palavras

Vespinha disse...

Que estranho... tenho selecionado o não e isto aparece na mesma... Deve ser um bug...

Smelly Cat disse...

Já não é o 1º blog onde isto acontece. Mas há bocado consegui publicar mesmo não escrevendo lá o texto, carreguei directamente no botão publicar e deu!

Vespinha disse...

Obrigada, vou tentar agora com esta resposta. Se der, aviso as pessoas!

Vespinha disse...

Deu. :)