30 de março de 2015

Campanha terminada, guedelha cortada

Adoro cortar o cabelo, mas no inverno vou-lhe dando apenas pequenas aparadelas para não andar com um capacete sem forma em cima da cabeça. É que, vá-se lá saber porquê, herdei um cabelo com mais fios do que o normal e que cresce a um ritmo impressionante.

Sé que são simples cortezinhos, daqueles em que quase ninguém repara.

Mas todos os anos por esta altura, quando termino a campanha de trabalho que se arrasta desde setembro, dou-lhe uma cortadela valente. Juro que parece que me sai um peso de cima. Ontem foi o dia.

3 comentários:

Ana Chagas disse...


Bom dia! :)

Adoro o corte e assenta-te na perfeição! Há anos experimentei cortar assim, o ano passado ressurgiu a mesma vontade mas retraí-me: é que o meu, embora liso, é tão denso e tanto, que o efeito capacete é inevitável. ;)

Vespinha disse...

Faço-o todos os anos por esta altura, é terapêutico! :)

GATA disse...

Já preparada para a onda de calor! :-)