29 de julho de 2015

Quantas, quantas vezes isto me acontece...


Com a enorme vantagem de não termos de dar quaisquer justificações. Parece sempre que está tudo dito, uma compreensão sem explicação.

7 comentários:

CAP CRÉUS disse...

E por vezes pode ser apenas a pedir paparoca :-)
graxistas estes tipos.

Vespinha disse...

Nem sempre. :)

Ana disse...

Falo por mim: os meus, a maior parte das vezes (exceto á hora de comer), querem só dar uma pata!

E abraços e ronron... É tão bom!

Cristina Torrão disse...

Tão bonito :)

Vespinha disse...

Não tem preço.

Celeste Silveira disse...

E multiplicar esses afagos por três. Sinto-me de facto uma privilegiada. E as saudades que eu tenho dos bichos durante o dia?!

Lígia disse...

Story of my life.