8 de outubro de 2015

Sem palavras suficientes para insultar este tipo

Vejam o link seguinte, contendo o Telejornal de ontem, e estejam bem atentos a partir do minuto 20:42:


http://www.rtp.pt/play/p1743/e209151/telejornal

José Rodrigues dos Santos, ao apresentar alguns dos novos deputados na Assembleia da República, sai-se com esta: «O deputado mais velho tem 70 anos e foi eleito (pausa) ou eleita pelo PS.» Referia-se a Alexandre Quintanilha, conceituado físico português casado com o escritor Richard Zimler.

Com o ar mais sereno deste mundo, diz uma alarvidade destas. E não, não foi engano, foi dito calmamente com todas as letras. É homofóbico? Não sei? Quis dar algum sal à coisa? Não sei. Só sei que uma coisa destas não se faz. Por respeito a Alexandre Quintanilha e por respeito a qualquer ser humano.

Quanto a José Rodrigues dos Santos, que se dedique a escrever ao peso, que pelo menos quem o compra é porque quer. Agora ter uma pessoa destas a dizer coisas destas num canal de serviço público é que não.

Nota: Já fiz uma exposição ao Provedor do Telespectador, podem fazê-lo também.

9 comentários:

Celeste Silveira disse...

O homem não tem condições, livra! Também vou "falar ao Provedor". Qualquer dia somos amigos íntimos! Muito eu lhe tenho escrito sobre a minha recusa em ver a RTP a exibir touradas!

João disse...

Eu não gosto do José Rodrigues dos Santos, mas isto é uma daquelas celeumas pelas quais este tipo de causa (luta contra a homofobia) é descredibilizada, o que muito me entristece.

Ele claramente nem sequer sabia quem era a pessoa e o próprio texto é confuso e dá-se a entender que o deputado mais velho é uma pensionista. (isto foi o que eu pensei na altura em que vi a notícia em directo, não deriva da explicação que ele deu)

Não há aqui nada para ficar revoltado e há coisas mais importantes para nos preocuparmos, do que um fait diver de sofá. Se escrevessem a pedir para a RTP deixar de passar reportagens palermas sobre o deputado mais velho se calhar tinhamos umas notícias melhores.

CAP CRÉUS disse...

É estoirar a rtp por causa das touradas.
Quanto a isto, nem sei que dizer. Tenho ideia que foi de facto propositado, mas sem certezas.

Vespinha disse...

Havendo intenção, é muito mau. Não havendo intenção, é muito mau na mesma, porque significa que ele nem sabia o que estava a ler, não se tendo preparado para apresentar o Telejornal e sendo apenas uma marioneta que lê o que lhe põem à frente. E ganha este senhor muitos milhares de euros por mês.

Sérgio S disse...

Por acaso, excecionalmente, até acredito que não tenha sido propositado. Eu próprio ao ver a peça fiquei na dúvida com o facto de ter aparecido uma senhora pensionista a seguir.

Carpe Diem disse...

Parece-me que foi intencional. As explicações que JRS deu são poucas para o que aconteceu. Podia ter sido facilmente evitado com uma pequena correcção logo a seguir, o que não aconteceu.

Anónimo disse...

Vespa, ainda mal que lhe pergunte :
Só está indignada porque a pessoa supostamente visada é de esquerda? Se fosse de direita, achava-lhe um piadão ou também viria aqui mostrar a sua indignação?

Vespinha disse...

Anónimo, essa pergunta nem mereceria resposta, porque é totalmente descabida, mas vou dar-lha. Indignação perante a homofobia gratuita não tem esquerda nem direita, deveria ser próprio da humanidade.

Estou ver que o/a incomodo com o facto de não ser simpatizante das políticas de direita. O que é estranho é levar esse incómodo para áreas que não têm nada a ver.

Anónimo disse...

Vespa,o 25 de Abril, que eu saiba, deu-se também para as pessoas serem daquilo que bem entenderem. Penso ter-lhe respondido.