10 de maio de 2016

Quem não se lembra?


A minha era a D. Carmen, e já falei dela aqui.

12 comentários:

Raquel disse...

D. Inês. tenho muito más recordações dela, ao ponto de mudar de passeio se me cruzar com ela na rua...

Dúvidas e Certezas disse...

A minha primeira professora era super exigente comigo e não me permitia sair da linha, embora tentasse; quando era para estudar matemática, eu refilava e queria português e vice-versa... era a minha mãe :p

Marisa disse...

Professora Madalena. Uma querida, uma excelente professora. Ainda moramos na mesma terra e continua a ser uma daquelas pessoas que adoro, mesmo vendo-a poucas vezes

Pink Poison disse...

D.Bize. Exigente e muito amiga.

Ana Chagas disse...


Há muitos professores que já esqueci, mas nunca as dos primeiros anos. Na primária foi a Minita e depois a Aida.

Vespinha disse...

As primeiras professoras marcam-nos tanto... Daí ser tão importante um bom 1.º Ciclo! Com um misto de exigência e afetos.

Carla Pereira disse...

A minha primeira professora também foi.... a minha mãe!

João disse...

O meu primeiro professor foi um tipo chamado Osvaldo que dava porrada nos alunos e punha-os a dormir em vez de os ensinar. Adicionalmente, uma vez repreendeu-me porque eu tinha feito mais trabalhos de casa do que ele tinha pedido. Resultado, nunca mais fiz trabalhos de casa na vida.

No 2º ano foi uma tipa chamad Josefa que tinha por hábito dar alcunhas (negativas do género o alentejano, o badalhoco) aos alunos que depois se espalhavam pela aldeia.

Portanto espero bem que já tenham caído ao mar ou assim.

Dúvidas e Certezas disse...

Eu tenho, e sempre tive, o maior respeito pela profissão e custa-me ver a forma vergonhosa como são tratados atualmente, mas entendo que alguns pais de hoje tiveram professores muito maus e cruéis e por isso tenham esta atitude, mas por outro lado, não deveriam julgar a sua experiência como universal. Felizmente os bons professores ainda são a maioria!

Vespinha disse...

João, estou contigo: mar revolto com eles! Um professor primário (e, já agora, todos os outros) não pode ser assim. :)

Bruxa Mimi disse...

D. Helena. Foi muito por causa dela que escolhi ser professora...

Vespinha disse...

Há professores inspiradores!