14 de março de 2017

A peste, de Albert Camus

Shame on me, que nunca tinha lido um livro de Albert Camus. E desconfio seriamente de que tenha começado por um dos melhores.

Tudo se passa nos anos 40, numa cidade fictícia da Argélia, quando começam a aparecer ratos mortos pela cidade. Aquando da morte das primeiras pessoas, todos julgam ser algo passageiro e os ratos mortos um pequeno incómodo, até que de um momento a peste faz jus ao seu nome. Mata dezenas por dia e obriga ao fecho repentino da cidade, que fica de quarentena. Ninguém pode entrar nem sair.

Assim, assistimos ao desespero dos que ficam: os que tentam fugir da peste, os que tentam salvar os outros da peste, e os que apenas querem sair porque têm alguém lá fora, sem querer saber da peste.

Gostei muito. Já tenho ali O estrangeiro à espera.

2 comentários:

Anónimo disse...

Um dos melhores livros que li até hoje, assim como O Estrangeiro. Boas escolhas! :)

Pink Poison disse...

Camus é sempre uma boa leitura , foi o curso que mo fez descobrir, depois continuei...