9 de julho de 2019

Os enamoramentos, de Javier Marías

É sempre um prazer descobrir autores que, já sendo consagrados, são novos para nós. Aconteceu-me com Javier Marías através deste livro, que adorei.

Num café no centro de Madrid, uma mulher, Maria, toma o pequeno-almoço todos os dias, cruzando-se quase sempre com um casal que ela considera perfeito. Nos dias em que não os vê parece que não fica com tanta energia, são como um bálsamo para o seu estado de espírito.

Mas a certa altura deixa de os ver, acabando por saber que ele fora assassinado por um mendigo e de que ela ficara viúva com os filhos. Consegue, a certa altura, chegar à fala com ela, através de quem conhece Javier, um amigo da família com quem acaba por se envolver numa relação quase unilateral.

Um dia, em casa de Javier, ouve escondida uma conversa inesperada entre ele e uma visita, conversa essa que lhe muda completamente a perspetiva sobre ele. Mas a perspetiva vai voltar a mudar, revelando uma história de que nenhum leitor está à espera.

É um livro denso, narrado por Maria e contendo muitas reflexões , mas ao mesmo tempo fluido quando nos embrenhamos na sua pele. Excelente, com a vantagem de me ter aberto as portas para uma data de outros livros que já cá estão publicados.

3 comentários:

Same Old Guy disse...

Confesso que fiquei curioso.
É passado nos dias de hoje?

Beijinhos hoje **********

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Não entendi Vespinha...perdoe-me:
"Um dia, em casa de Javier, ouve escondida uma conversa inesperada entre ele e uma visita, conversa essa que lhe muda completamente a perspetiva sobre ele. Mas a perspetiva vai voltar a mudar, revelando uma história de que nenhum leitor está à espera."
Ele quem???
Beijos.. achei a descrição interessante mas tropecei no ELE!!!

Vespinha disse...

Same Old Guy, passa-se nos dias de hoje, em Madrid.

Pequenos Delitos, o “ele” é sempre o Javier. ;)