13 de novembro de 2019

Arranjem-me um babete, por favor

Ontem, antes de me proporcionarem mais um fim de dia caótico com a guerra que é irem para a cama, a Maria ainda me deu um enorme presente: o primeiro desenho percetível (por mim) que fez:


Eu no meio e uma de cada lado. Não posso deixar de gabar o aproveitamento que fez do espaço, as dimensões dos bonecos, o pormenor de terem cabelos, os braços a sair do corpo/pernas e não da cabeça... Babo-me.