27 de dezembro de 2012

E 10 dias depois...

... a minha irmã regressa daqui a pouco para os Açores. Foram dias de reconhecer uma cidade onde não vinha há seis anos, de se encontrar com gente há muito perdida, de conhecer casas onde nunca tinha entrado, de reatar relações e provar que ter uma família, por muito difícil que seja, é sempre possível e desejável.

Haverá lágrimas, pois claro, mas haverá também um tabu que se quebrou e que prova que muitos reencontros serão mais fáceis daqui para a frente. Estou contente.

8 comentários:

Carolina Duarte disse...

As despedidas são o que são, especialmente quando a experiência é tão boa como contas.

medusa disse...

Consigo imaginar a felicidade e sensação de paz que fica quando as coisas se resolvem!

Alex disse...

Que bom! Fico feliz por ti!

Cristina Torrão disse...

O importante é que se sinta feliz.

papoila disse...

O Natal é sempre bom por trazer uma "onda" de boa vontade e boas resoluções.
Ainda bem que correu tudo pelo melhor.
O próximo ano será diferente e para melhor!
xx

Anónimo disse...

Mas não se dão bem?nao percebi...

Vespinha disse...

Não tem a ver com não nos darmos bem, são problemas do passado que agora já nem interessa recordar. :)

Dani disse...

As despedidas da família são sempre difíceis. Ainda bem que foi bom o reencontro afinal família é sempre família e o importante é ficar tudo bem :)