19 de agosto de 2014

O jeito que isto dava cá


É que subir umas escadas com a bicicleta é das coisas mais mal jeitosas que há. Para além do peso, e da posição em que nunca existe conforto, ficamos com as pernas cheias de nódoas negras.

10 comentários:

GATA disse...

Primeiro incentiva-se o pessoal a andar de bicicleta. Depois é que se constroem ciclovias, estacionamentos e acessos próprios!

CAP CRÉUS disse...

Seremos sempre atrasados.
Isto é das cenas mais simples de se fazer.

Ana Chagas disse...



Costumo dizer, cada vez mais, que a simplicidade é uma expressão de genialidade. E aqui está mais um exemplo. Confirma-se! :D

Vespinha disse...

Seria tão fácil, não seria?

espressoandstroopwafel disse...

Ahh! Aqui na Holanda todas as escadas tem um destes para bicicletas :)

A minha bike e bastante pesada, e porque a descer todos os santos ajudam, faco um verdadeiro treino de bracos ao descer um destes corrimoes. E sempre divertido ver a expressao dos Holandeses a ver-me suar para evitar ser arrastada escada abaixo.

Ana Chagas disse...


Acho que seria muito fácil, Vespinha!

Espressoandstroopwafel, acho que a solução para isso também seria simples: uma rampa para subir, lisinha. E uma para descer, do outro lado, forrada a material que provoque algum atrito para a bicicleta não ir a voar escadaria abaixo.

Anónimo disse...

Em Belém há. Na passagem subterrânea entre o Padrão e a Fonte Luminosa.
:)
Sofia

Vespinha disse...

Ana, tens de registar a patente, acho genial essa diferença de pisos na subida e na descida!

Sofia, tenho de ir espreitar essa, apesar de ser um pouco fora dos meus roteiros...

Carla Pereira disse...

E na ponte que vai do novo Museu dos Coches para o Museu da Electricidade também tem. Beijinhos

Cristina Torrão disse...

Na Alemanha, tambem há escadas assim, mas não todas, ainda há muito para melhorar.