27 de novembro de 2014

Há um senhor que se anda a habilitar


Num dos restaurantes da cadeia Hamburgueria do Bairro. Ou ele não gosta da minha cara ou é mesmo muito malcriado. Da próxima vez que me pousar as coisas na mesa como quem atira comida aos bichos apanha com o pedido do livro de reclamações.

5 comentários:

GATA disse...

Eu sou apologista de que quem trabalha com público devia fazer um curso de boas maneiras.

Quando eu sou BEM atendida, faço questão de o dizer à pessoa, porque é uma coisa rara nos dias actuais, pois o desemprego 'empurrou' muita gente para lojas e restaurantes e há pessoas que notoriamente estão a fazer um frete.

CAP CRÉUS disse...

Rebenta com ele!

Ana Chagas disse...



Esse tipo de situações embrulham-me o estômago. Deixam-me dividida entre o "opá, não queria mesmo chatear" e o "tás mesmo a pedi-las", com um omnipresente estado de frustração tipo "mas porque é há gente assim?!"

O meu paizinho sempre me deixou muito clara a noção, que se aceitamos um compromisso devemos cumpri-lo, dando o nosso melhor.
O cliente não tem culpa que o empregado esteja a fazer um frete.
O seu dever é acima de tudo ser profissional e educado.

Vespinha disse...

Completamente de acordo com tudo. Se estamos a ser pagos, mesmo que seja pouco, devemos sempre fazer o melhor possível, eu foi sempre assim que encarei o trabalho.

Eu gosto tanto da Hamburgueria que mais cedo ou mais tarde vou mesmo ter de falar. Se não deixo de gostar de lá ir...

Portuguesinha disse...

Por vezes uma atitude dessas é suficiente para nos estragar o dia.