2 de maio de 2015

Eram três irmãs

Eram três irmãs por esta ordem de idades, a Maria Inês, a Maria Aida e a Maria Teresa. Nascidas nos anos 20 e hoje, finalmente, juntas de novo. A mais nova, a Tité, morreu já há muitos anos, ainda não tinha 60, com um cancro no pulmão. A do meio, a minha Babá, a minha querida avó, morreu aos 73 anos, com um aneurisma que a levou em pouco mais de duas horas. E a Nanã, que hoje, aos 92 anos, se juntou às outras duas.

Nos últimos dias, a Nanã chamou a Babá muitas vezes. Nada me tira da cabeça que a minha Babá andou aqui muito por perto esta manhã, para acompanhar a sua irmã numa viagem que não conhecemos.

Até um dia, Nanã. E obrigada por todos os verões maravilhosos que me proporcionou na quinta de Elvas, no seu cantinho, com sumo de laranja natural, parrameiros e muitos livros para ler. Até um dia.

5 comentários:

Anónimo disse...

222
Os meus sentimentos, Vespinha. E um grande abraço

Vespinha disse...

Obrigada. :)

Carla Pereira disse...

Um beijinho.... E os livros sempre presentes na tua vida, agora também em memória da tua tia-avó <3

CAP CRÉUS disse...

Beijo grande!

Vespinha disse...

Foram muito bons tempos...