26 de dezembro de 2016

O Natal com elas

Toda a gente me disse que este Natal seria especial por termos a Luísa e a Maria connosco, mas a verdade é que a ideia era um pouco romântica. Em primeiro lugar, elas dormiam profundamente no momento da abertura dos presentes (com seis meses, não queriam outra coisa). Em segundo lugar, a bronquiolite de que só agora estão a recuperar deu-me direito a uma camisola toda vomitada devido à tosse ainda antes de jantarmos. Por último, o máximo que consegui que elas vestissem de roupa "de Natal" foram os pijamas em xadrez.

Parte não romântica à parte, a verdade é que este ano terei sido a pessoa da família a abrir mais presentes (os delas), e que anseio por daqui a um ano poderem ser elas a fazê-lo, nem que seja pelo prazer de rasgarem os papéis. E saber que num ano elas se transformaram de algo tão vago em algo tão concreto e digno de amor encheu-me a alma.

Para a posteridade ficam algumas fotos um pouco agitadas.

3 comentários:

ana b. disse...

Um Feliz Natal, Vespinha! :)

Ana Chagas disse...



Não deixou de ser especial! No futuro poderás partilhar com elas as tropelias do seu primeiro Natal. :)

Vespinha disse...

Olha, pois é, Ana Chagas! :)