22 de março de 2017

O tamanho do mundo

Sabiam que Portugal, sendo um país pequeno, é na verdade pouco menor do que a Islândia, praticamente com a mesma área que a Hungria e maior do que a Irlanda? E que, apesar de nos mapas a Rússia parecer bem maior do que África, na verdade tem metade do tamanho?

Tudo porque, na escola, estudámos por mapas com a projeção de Mercator, que ao passar para duas dimensões um globo de três dimensões, acaba por distorcer o tamanho dos territórios.

Nas escolas de Boston começa-se agora a estudar o mundo pela projeção de Gall-Peters, com proporções mais fidedignas:


Espreitem este artigo da Visão, com estes e outros exemplos. Bem interessante.

3 comentários:

Ana Chagas disse...


Venha de lá esse mapa mais fidedigno, em todos os locais.
Costuma gracejar-se com o facto do tamanho não importar. Quando se trata de geografia, especialmente de geopolítica acho que não há como negar que a percepção que temos das dimensões das nações tem um certo de influência, que ao longo da História houve certamente quem fosse privilegiado ou condicionado como fruto dessas percepções. Que erro que foi a adopção de um mapa não fidedigno, ou que ninguém avisou não ser fidedigno, o que ainda é mais grave. Venha o "verdadeiro"!

Maria do Mundo disse...

Também achei o artigo muito interessante. Quase me custava a acreditar.

Vespinha disse...

Também é muito interessante vermos o planisfério de outra perspetiva, como por exemplo com a América no meio. Parece logo outra coisa!